quinta-feira, 19 de janeiro de 2012


A Cobra-de-pestana ou víbora-de-pestana (Bothriechis schlegeli)



A Cobra-de-pestana ou víbora-de-pestana (Bothriechis schlegeli) é uma víbora arborícola que vive nas florestas que vão do México até a Venezuela.

Possui um colorido vivo e berrante, que vai do amarelo até o verde musgo, e seu nome é devido a um grupo de escamas localizado acima da cabeça.
Tem um veneno hemotóxico forte, e se a vítima não tiver um socorro imediato, pode levar à amputação do membro afetado.



A jararaca-verde (Bothriopsis bilineata)

A jararaca-verde é uma serpente arborícola da família dos viperídeos sendo encontrada  na Amazônia e nas matas do leste do Brasil.

Mesmo sendo uma espécie muito rara, é comumente encontrada na região equatorial do Brasil,  a Amazônia, onde caça pássaros e mamíferos. Também é vista na Bahia e no Rio de Janeiro. É arborícola e gosta de passar toda a vida nas arvores altas para se abrigar ou se esconder. Caça também roedores,lagartos e rãs.

É tao peçonhenta quanto a jararaca, o contato com o homem é extremamente perigoso e não deve ser feito se você não tem os conhecimentos básicos para manusear um bicho como esse, ou seja, se você não é um biólogo ou não tem uma especialização na área, você não deve fazer o manuseio desse animal.

Bothriechis aurifer


A  Bothriechis aurifer é uma especie muito venenosa encontrada no Míxico e Guatemala. O padrão de cores consiste de uma cor de fundo verde sobreposto dorsalmente com uma serie de manchas amarelas que estão cercados de preto. A bariga verde amarelado é muitas vezes mais leve que o dorso.


Na cabeça, encontra-se uma faixa escura. Mas de 90% das amostras têm padrão escuro, mas algumas são verdes uniformes e não tem listras. A coloração juvenil inclui uma cor  pálida de fundo verde-limão e a ponta da cauda colorida.




Nenhum comentário:

Postar um comentário